segunda-feira, 20 de março de 2017

Projeção do CDI para abril de 2017

A projeção do CDI para o mês de abril se encontra no vídeo abaixo, convido-o a assisti-lo.


Ao final do vídeo você verá que o mês de abril possui apenas 18 dias úteis e que a projeção do CDI será de 0,79%.

Bons negócios!

Tags. CDI de abril. Rendimento do CDI.

quinta-feira, 9 de março de 2017

O que é CDI? Quanto rende o CDI?

Para saber o que é o CDI e a sua dinâmica no mercado financeiro e também saber quanto rende o CDI, convidamos você a assistir este vídeo esclarecedor de apenas 7 minutos.

Bons investimentos!

domingo, 5 de março de 2017

Tesouro Direto – É seguro?

Sim. Quando analisamos o risco dos títulos de renda fixa, tomamos como base os títulos soberanos como sendo livres de risco. A partir daí vamos graduando o risco dos demais emissores.

Os títulos do Tesouro Direto são títulos de renda fixa e soberanos. Títulos soberanos são aqueles emitidos e totalmente garantidos pelo tesouro de um país, neste caso, o Brasil.

O risco teórico é de o país quebrar, o que nos parece muito pouco provável.

Outras aplicações de renda fixa como CDB, LC, LH, LI, LCA, LCI, poupança, têm uma garantia do FGC-Fundo Garantidor de Crédito, limitada a R$250.000,00 por CPF e instituição financeira.

Fundos de investimentos em geral, FIF, FAC, Fundos DI, Fundos de curto prazo, Fundos de ações, Fundos cambiais, ..., não têm garantia do FGC. Todavia, possuem regras de alocação que visam reduzir os riscos para os investidores.

quarta-feira, 1 de março de 2017

Indicadores financeiros de fevereiro 2017

% Mensal
2017
CDI
IBOVESPA
DOLAR
IGP-M
POUPANÇA
Janeiro
1,0845
7,38
-4,05
0,64
0,6709
Fevereiro
0,8638
3,08
-0,89
0,08
0,5304
Acumulado
1,9577
10,69
-4,90
0,72
1,2049
Fontes:
CDI - Fonte CETIP; IBOVESPA, DOLAR(BACEN) - Fonte BM&FBOVESPA; IGP-M - Fonte FGV; POUPANÇA - Fonte BACEN.
O CDI registrou uma taxa de 0,8638% em fevereiro. Acumula 1,9577% no ano . O Ibovespa subiu 3,08%. No ano a bolsa acumula 10,69% . Já o Dólar teve uma baixa de -0,89% no mês, com variação de -4,9% no ano . O IGP-M registrou uma inflação de 0,08%, com variação anual de 0,72%.  A poupança, considerando o primeiro dia útil do mês de referência, rendeu 0,5304%, apresentando um rendimento acumulado no ano de 1,2049%.

Tesouro Direto – A escolha do título.

Os títulos públicos disponíveis para investimento no Tesouro Direto podem ser classificados em três categorias principais:

Pós- fixados, indexados ao IPCA – São títulos que pagam rendimentos compostos pela inflação medida pelo IPCA, mais uma taxa fixa de juros, de 5,11% a.a. A parte fixa pode variar de acordo com o cenário econômico. Esse título é ideal para formar a sua reserva de longo prazo, destinada à aposentadoria, por exemplo. Nessa modalidade há títulos que pagam juros semestrais (NTNB), que poderão ser reinvestidos por você, mas não de forma automática, ou seja, você vai precisar interagir para fazer essa aplicação. Há também aqueles sem cupom semestral (NTNB-Principal), cujo rendimento total é creditado no vencimento. Em caso de uma emergência, ambos poderão ser revendidos ou resgatados antes do vencimento pelo preço de mercado.

Prefixados – Esses títulos rendem uma taxa de juros pré-definida em torno de 10% atualmente, que será paga integralmente no vencimento. Essa taxa varia de acordo com o cenário econômico. São indicados para momentos de queda da taxa de juros, quando você poderá fixar o seu ganho. Todavia, em caso de resgate antes do vencimento, o cálculo será feito pelo valor atual de mercado.

Pós- fixados, Indexados à Taxa Selic – São títulos com rendimentos diários, calculados com base na taxa Selic, média diária, publicada no site do Banco Central do Brasil. São títulos ideais para as aplicações de curto prazo ou quando você não sabe quando vai precisar do dinheiro. É a aplicação mais conservadora, pois segue sempre a média dos rendimentos do mercado de renda fixa, independente da queda ou da alta das taxas de juros. Possui liquidez diária.



Até o próximo post e bons investimentos!

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Tesouro Direto – Como investir.

Primeiramente você precisa ter uma conta em um Banco, onde o dinheiro a ser aplicado deverá ser depositado com antecedência. Quando do resgate, o dinheiro voltará para essa mesma conta.

O segundo passo é escolher um agente de custódia, (corretora independente ou vinculada ao seu banco), que fará a intermediação das transações junto ao Tesouro Direto. Será necessário fazer um cadastro na corretora escolhida, que vai solicitar uma documentação básica para esse fim. Entre em contato com o gerente da sua conta, do seu banco, para receber orientações sobre esse passo.

Após o seu cadastro ser aprovado pela corretora você receberá uma senha provisória da BM&FBovespa para o primeiro acesso à área restrita do Tesouro Direto, em que são realizadas as operações de compra e venda, assim como consultas a saldos e extratos.

Assim que receber a sua senha, troque-a por uma definitiva, de 6 (seis) a 16 (dezesseis) caracteres. Pode ser número, letras ou caracteres especiais.

Pronto! Agora é só começar a investir.

Fonte: Tesouro Direto.

Até o próximo post e bons investimentos!

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Projeção do CDI para março de 2017

Com a queda da meta SELIC definida na última reunião do COPOM, ocorrida em 21 e 22 de fevereiro, que passou de 13% para 12,25% e, considerando que o mês de março tem 23 dias úteis, projetamos uma taxa de 1,05% ao mês, para o acumulado do CDI no mês de março.

Bons investimentos!

Tags. CDI de março. Rendimento do CDI.

|  Twitter  | |  Depto Financeiro |