quarta-feira, 9 de maio de 2012

Quanto rende o dinheiro aplicado – Poupança, CDB …

As expectativas do mercado apontam para uma SELIC de 8,50% ao ano já na próxima reunião do COPOM a ser realizada em 29 e 30 de maio de 2012.
Adicionalmente as projeções dos mesmos agentes estimam que a taxa média da SELIC deverá ficar em torno de 8,97% ao ano na média em 2012.
Para calcular o rendimento real do dinheiro temos que descontar a inflação, que corroi o poder aquisitivo da moeda.
A inflação, medida pelo IPCA, deverá ficar por volta de 5,12% em 2012, conforme apontam os dados do relatório Focus de 04 de maio de 2012.
Se as projeções acima se confirmarem e considerando uma aplicação de renda fixa que pague 100% do CDI, o rendimento real em 2012 deverá ficar por volta de 3,6% a.a.

Achou pouco? Isso sem tirar a parte do leão. Se considerarmos que o rendimento será tributado a uma alíquota do imposto de renda de 20% (181 a 360 dias), o rendimento líquido cai para 1,96% a.a.

Solução: vamos trabalhar né gente!

Veja também RENDA FIXA


6 comentários:

  1. Eu até concordo que a solução seja o trabalho! Porém, é bom também entender que inflação alta corrói o poder de compra não só dos investimentos, ou seja, os famosos rentistas que o Governo tanto condena, mas também dos salários dos nobres e esforçados trabalhadores brasileiros! Por isso, acho muita irresponsabilidade reduzir a taxa de juros sem considerar as metas de inflação, li no Jornal Estado de São Paulo, que a inflação no setor de serviços já ultrapassa os 9% em 12 meses, é muita coisa em uma economia bastante indexada como a nossa. Outra coisa importante, está na hora do Governo começar a atacar realmente os spreads bancários (107% no ano é muita coisa né?) por isso que eu vejo os bancos fazendo previsões de novas reduções da Taxa Selic com muito entusiasmo, emprestar a 7% e 8% é bom demais, a desculpa é a alta inadimplência, por isso eles não podem reduzir mais os spreads. Também precisamos reduzir a carga tributária, isso tudo já aliviaria muito a nossa Economia, eu não acho que os juros sejam os grandes vilões da economia brasileira, acho que precisam ser feitas reformas estruturais urgentes, aí sim depois de corrigir as distorções o Governo vai ter total tranquilidade para reduzir os juros sem comprometer a estabilidade da economia. Abraços, e parabéns pelo excelente site.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo,
      Obrigado!
      Você tem razão no seu comentário. O governo tem demonstrado que a meta de inflação não é um prioridade, o que é de se lamentar. Por outro lado, apesar de alguns anúncios de corte (propaganda) os juros cobrados pelos bancos são altíssimos neste país. Muita coisa tem que mudar senão jamais alcançaremos o status de país civilizado.

      Excluir
  2. nao pode estar certo
    vc diz que nao chega a 2% a.a. o CDB?
    soh lei que pode chegar de 10 a 12%a.a. como q vc me fala isso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nos referimos a rendimento real, descontada a inflação.

      Excluir
  3. Bom dia!
    Eu tenho uma poupança com 45.000R$, e gostaria de deixar esse dinheiro render durante 3 anos. Parece que uma LCI seria uma melhor opção que essa nova poupança ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você já tem uma poupança com R$45.000,00 suponho que seja antiga, anterior à mudança das regras da poupança. Neste caso deixe como está, pelo menos enquanto a tendência da SELIC for de queda.

      Excluir

|  Twitter  | |  Depto Financeiro |